sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Simon's Cat in 'Santa Claws'

Olha que gato mais discarado!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Como fazer sua resolução de ano novo “pegar”

Uma ótima maneira de fazer sua resolução de Ano Novo Pegar

new-year-resolution-cartoon-1 OK, se você é humano como eu, você já fez ou está fazendo suas resoluções de ano novo, com pensamento positivo e aquela determinação de “agora vai” da virada do ano.

Vamos ser honestos, se as resoluções de Ano Novo fossem fáceis, não haveria necessidade sequer de faze-las. A triste verdade é que a maioria das resoluções que fazemos tem um prazo de conclusão médio de 6 meses e o tempo médio de abandono de 30 dias. Ou seja prometemos a nós mesmos que em 180 dias nossa vida irá mudar, MAS, em 30 dias simplesmente deixamos tudo isso “pra lá”.

Este ano,”olha eu aqui de novo”, vou tentar (e ver se consigo agüentar até o fim) isto:

Vou tornar minhas resoluções (algumas delas pelo menos) públicas. Fazer mudanças significativas na nossa vida requer um profundo compromisso pessoal. E ter o acompanhamento e apoio dos amigos, familiares e colegas de trabalho é fundamental para o sucesso. Então fazer as resoluções conhecidas por todos é 90% do compromisso garantido. Por tanto, tenha cuidado com o que vai prometer.

Aqui estão algumas maneiras, que garimpei pela internet, de tornar público nossos objetivos:PEA0334~Peanuts-Never-Ever-EVER-Give-Up-Posters

• Partilhar com os colegas de trabalho durante o almoço
• Colocar uma nota ou post-it na porta da geladeira da família
• Divulgar as resoluções no Facebook ou blog
• Juntar-se a uma comunidade online relacionados com o seu objetivo
• Iniciar um grupo de apoio local

E POR QUE FAZER ISSO?
Primeiro, porque reforça o compromisso. Uma vez que dissermos a outras pessoas sobre nossos objetivos, teremos expectativas e acompanhamento.
Em segundo lugar, porque criamos uma rede de apoio. Podemos contar com aquelas pessoas que convivem em nossa volta para nos dar uma mão para primeiro Não Desistir e em segundo Alcançar o Objetivo. Além disso, podemos encontrar um grupo de pessoas que compartilham o mesmo objetivo.

new-year

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

So this is Xmas (então é natal)

applerecords
Xmas81 "Happy Xmas (War Is Over)" é uma canção escrita por John  Lennon,  lançada como single em 1971 por John Lennon, Yoko Ono e a Plastic Ono Band pela Apple Records. Ela alcançou o terceiro lugar na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos e o segundo na parada de singles britânica.
Esta canção que era um protesto sobre a Guerra do Vietnã, tornou-se um padrão de Natal e já foi gravada por diversos artistas incluindo a nossa Simone aqui mesmo no Brasil. 


 
tumblr_lcpekdtMlA1qdahyqo1_500



A letra é baseada em uma campanha que John e Yoko fizeram no final de 1969 .
Na época eles alugaram outdoors e cartazes em onze cidades em todo o mundo que dizia: "A Guerra Acabou (Se você quiser) Feliz Natal de John e Yoko!". As cidades foram Nova York, Los Angeles, Toronto, Roma, Atenas, Amsterdam, Berlim, Paris, Londres, Tóquio, Hong Kong e Helsinque. Na época do lançamento da canção, os EUA estavam profundamente envolvidos na impopular Guerra do Vietnã. A mensagem "Sem mais guerra, se você quiser, a guerra acaba, agora mesmo!", que cantavam os vocais de fundo, foi copiada por John diretamente a partir do outdoors.
yokoonojohn-lennon_1969_frank-barratt O disco começa com um sussurro quase inaudível de cumprimentos de Natal para seus filhos: Yoko sussurra "Feliz Natal, Kyoko", então John sussurra "Feliz Natal, Julian".Happy_Xmas_(War_is_Over)
A música foi gravada no estúdio Record Plant em Nova York no final de outubro de 1971, e contou com a ajuda do produtor Phil Spector. As crianças que cantam ao fundo eram da Comunidade Harlem Choir. A letra foi escrita por John Lennon e Yoko Ono e a estrutura de melodia e acordes são do padrão popularmente conhecido como "Stewball."

O single foi lançado nos EUA em dezembro de 1971, mas o lançamento no Reino Unido foi adiado para o ano seguinte devido a uma disputa de publicação dos direitos. A canção foi re-lançada no Reino Unido em 20 de dezembro de 1980, logo após o assassinato de John Lennon em 8 de dezembro, atingindo o segundo lugar nas paradas. Para mim é o hino perfeito do natal.
Desejo de coração um natal feliz e perfeito para todos acompanhado do melhor ano novo com tudo que você desejar se realizando.
Um grande abraço
edson_pequeno

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Tanto por fazer e tão pouco tempo…

garfield_so-much-to-do




















Pode não haver nada de errado com você, 
A maneira como você vive, o trabalho que você faz,
Mas eu posso ver muito claramente
Exatamente o que há de errado comigo.

Não é que eu sou indolente
esquivando-me por dever ou dolo;
Eu trabalho duro como qualquer um
E ainda assim eu faço tão pouco

A manhã já passou, o meio-dia está aqui
Antes que eu perceba a noite já chegou
De tudo ao meu redor me arrependo
São coisas que eu ainda não concluí.
Ah! Se eu pudesse me organizar melhor

Muitas vezes já percebei
Nem tudo o que importa é planejado
Mas o homem também deve ter um plano

Com você, pode não haver nada de errado
Mas aqui está o meu problema me acompanhando
Eu trabalho muito em coisas que não correspondem
A importância e ao resultado do que parece ser importante.

Deixo um monte de coisas por fazer
Começo uma coisa aqui, inicio uma coisa ali.
Mas nunca termino o que eu estou fazendo

Eu trabalho duro como qualquer um
E ainda assim eu faço tão pouco
Eu faço tanta coisa que você ficaria surpreso
Ah! Se eu pudesse me organizar melhor

Poema de Autor Desconhecido escrito por volta de 1900,
Tradução livre do inglês por Edson Camara

charlie_brown_cartoon-5355

















There may be nothing wrong with you,
The way you live, the work you do,
But I can very plainly see
Exactly what is wrong with me.
It isn’t that I’m indolent
Or dodging duty by intent;
I work as hard as anyone
And yet I get so little done
The morning goes, the noon is here
Before I know the night is near
And all around me I regret
Are things I haven’t finished yet
If I could just get organized
I often times have realized
Not all that matters is the man
The man must also have a plan



With you there may be nothing wrong
But here’s my trouble right along
I do the things that don’t amount
To very much of no account
That really seem important though
And let a lot of matters go
I nibble this I nibble that
But never finish what I’m at
I work as hard as anyone
And yet I get so little done
I’d do so much you’d be surprised
If I could just get organized!


Author Unknown

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Como tornar sua vida mais fácil usando um caderno, UM só…



Alguma coisa importante lhe aconteceu esta semana. Mas, você lembra o que? Provavelmente não. E sabe por que? Porque SE você escreveu, deve ter escrito em um pedaço de papel, no verso de um cartão ou guardanapo, ou no verso do folheto de apartamento que você deixou no banco traseiro do seu carro ou em um daqueles “trocentos” cadernos e agendas que você usa para tentar se organizar. É comum que pessoas muito ocupadas como você usem uma variedade de ferramentas de gerenciamento de tempo ineficazmente. Isto é um desastre organizacional, principalmente quando você precisa daquela informação que você tem certeza que anotou mas não lembra onde “diabos” foi.




Tente isto: Defina um único e exclusivo caderno ou agenda no qual você se  permitirá escrever qualquer tipo de anotação. Use esta ferramenta como local seguro de registro, armazenamento e consulta de informações a medida que elas vão aparecendo em seu cotidiano. Anotações diárias, números de telefones, pensamentos, compromissos, listas de tarefas, tudo lá e somente lá. Desta forma quando você precisar de algo é só consultar o seu mais novo amigo e ele lhe dirá TUDO o que você precisa saber.


Este método irá torná-lo mais responsável com seus compromissos, idéias e responsabilidades da sua vida. No mínimo uma fonte mais confiável de registro irá diminuir o tempo e o aborrecimento dedicado a procurar aquela informação importante que só Deus sabe onde você deixou. Faça deste caderninho sua companhia constante.


Refinando o hábito: Com o tempo acostume-se a folhear o seu caderno e a separar os assuntos e anotações por tópicos, vá fazendo uma lista de eliminação de pepinos e anote seus telefones e contatos em uma agenda que pode até ser a do seu celular. Crie um caderno só para registrar idéias e pensamentos transferidas do seu caderno principal, quando você estiver com a cabeça vazia e a cata de novidades, garanto que lá terá um monte delas que você mesmo anotou esperando para se concretizar. Foi o que fiz agora, folheando meu caderno e achei esta idéia de escrever sobre este assunto. Viu como funciona?
Boa sorte!



quinta-feira, 18 de novembro de 2010

DICAS PARA AUMENTAR A PRODUTIVIDADE (E A FELICIDADE)

Dicas para garantir um dia produtivo

Check List Graphic Você fez sua lista de tarefas, estabeleceu as prioridades, anotou tudo na agenda, e por que não consegue manter seu dia produtivo? Por que aquela sensação chata no final do dia de que “não fiz nada hoje”?

Aqui vão algumas dicas para ajudar a resolver este probleminha.

ATENÇÃO E FOCO (Dedique um pouco de atenção e qualifique sua lista)

Ser produtivo significa que você deve desafiar a si mesmo pra conseguir matar toda a relação de coisas que você mesmo estabeleceu que tem que fazer. Se você criar uma lista, digamos mais realista, mais pé no chão, então cada dia poderá se transformar em uma sensação de vitória, de sentimento de dever cumprido e não aquela sensação de que não ganhai meu salário hoje. Um dos maiores prazeres em se elaborar listas de tarefas é RISCAR AS TAREFAS FEITAS!

TRABALHE SUA LISTA (Hábitos novos demoram pra pegar, mas tente  fazer este funcionar, vale a pena).productivity

Não se encha de tarefas, trabalhe sempre conservadoramente, não superestime sua capacidade de execução.

Faça as coisas mais importantes primeiro, mesmo que sejam as mais chatas, e normalmente são.

Estabeleça limites para suas atividades, aloque o tempo mais apropriado para cada coisa, isto é particular de cada um e leva um tempinho para aprender.

EVITE ao máximo se distrair com internet, TV e telefone quando tiver um trabalho importante para fazer.

Diga não a qualquer coisa que extrapole seu tempo “normal” de fazer as coisas.

Desconfie das tarefas urgentes, principalmente aquelas que trazem algum componente emocional, normalmente estas não são importantes e prioritárias.

Fountain-pen-keyboard-close-viewPENSE (com uma caneta na mão)

Ser produtivo requer FOCO, especialmente quando você deve fazer algo do qual outras pessoas estão em dependência.

Lembre-se que uma tarefa sempre leva a outra, um pensamento sempre leva a outro, uma conversa sempre leva a outra. É impressionante o tamanho que este bicho pode chegar se não o alimentarmos direito.

Mantenha sua agenda ou caderno de anotações junto de você o tempo todo. Anote tudo, no final do dia, você terá uma descrição de tudo que fez ou não fez. Tendo escrito, o seu diário estará lá e liberará sua memória e foco para EXECUTAR as coisas importantes ao invés de tentar lembrar-se do que diabo você disse ou ouviu durante o dia para este ou aquele. Manter suas idéias e pensamentos anotados também deixa sua linha de raciocínio registrado para que você avalie a sua evolução pessoal.

DEDIQUE SEU TEMPO (ao que realmente importa para você) 

Se tornando mais produtivo você terá mais controle do que faz e da maneira como faz, aumentando a qualidade de seus resultados.happinness-factory-now-hiring

80-20Em cada tarefa ou projeto, procure dedicar-se as áreas que lhe trazem mais rendimento, mais produtividade. Tente identificar o desequilíbrio entre tempo gasto e prioridade. Use aquele velho e ainda atual conceito do 80/20. Onde a maioria de sua produtividade vem de uma pequena parte de foco e esforço.

Alguns exemplos:

Se você só tem meia hora para limpar a cozinha, empilhe primeiro os pratos sujos na pia antes de começar a limpar o chão.

Formate os pontos chave e a linha de sua apresentação, em papel, antes de se preocupar com as cores, fontes, gráficos e animações dos slides.

Leia primeiro o índice das revistas para escolher o que é importante e não devecicero deixar de ser lido antes de começar a ler desde a primeira página.

Se você tem alguma idéia para aumentar a produtividade pessoal, por favor, divida comigo.

JOT_Black_FP_small Eu adoro escrever com caneta e papel, atualmente meus dois companheiros inseparáveis são a minha nova caneta pena Parker Jotter (baratinha)  e o meu caderno de bolso Cicero (de bolso mesmo, cabe no bolso da camisa ou da calça), além disso ele tem um papel super especial e gostoso de escrever.

domingo, 31 de outubro de 2010

Brasil, meu Brasil brasileiro – 2º turno

urna-eletronica-mao-407 Não importa o resultado do segundo turno. O que importa é o direito do povo e somente do povo escolher nas urnas o seu, ou melhor o nosso novo Presidente(a) para os próximos quatro anos.

Independente de quem ganhar esta eleição, o escolhido será validado por milhões de brasileiros pelo voto direto. Iremos colher nossos frutos e pagar pelas consequências da nossa escolha, mas é importante frisar mais uma vez, NÓS DECIDIMOS!

Acredito em nossas lideranças civis, empresariais e religiosas. Acredito que iremos amadurecer e aprender para juntos também fazermos um limpeza e uma reorganização nas lideranças dos poderes legislativo e executivo. Acredito que o que todos os brasileiros querem é ver o seu dinheiro pago em impostos em tudo no Brasil ser aplicado em serviços de qualidade para o povo e não para ser usado em sua quase totalidade para financiar folha de pagamento e benefícios especiais e incompreensíveis para servidores públicos.bandeira

O que todos nós brasileiros queremos é menos gatunagem, corrupção e cara de pau das pessoas que nos representam no  governo. Ao novo presidente, desejamos sorte e disposição para trabalhar e coragem e força para mudar e implantar o que for necessário para o bem das pessoas deste pais maravilhoso.

Precisamos do básico, educação, saúde e liberdade de expressão e de ir e vir. Precisamos de menos impostos para podermos trabalhar muito, ganhar nosso dinheiro e contribuir para o crescimento do Brasil. Não nos incomodamos em pagar impostos, o que nos incomoda é ver o dinheiro dos impostos irresponsável e torrencialmente desperdiçado pelos homens e mulheres dos poderes legislativo e executivo que deveriam nos representar e nos prestar seu serviço.

chega_de_imposto-3699Um pais deste tamanho não pode viver em função dos gastos de uma elite que se acha especial e que pode meter a mão no nosso bolso o tempo todo.

CHEGA DE TANTO IMPOSTO, esta é a nova campanha que temos que iniciar HOJE, independente de quem será o novo Presidente do Brasil.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Marcas aprendendo sobre...

Fiquei intrigado com o meu post sobre marcas, na verdade começou com a minha implicância com termos estrangeiros e terminou por derivar para o conceito de marcas.
Estou no aeroporto esperando o vôo que me levará a São Paulo e como acontece todos os anos, enrolado com o horário de verão e por isso cheio de tempo sobrando.
Como também sou um comprador voraz de livros terminei comprando um livro sobre o tema marcas para tentar aprender um pouco mais sobre isso.
O livro foi escrito em 2002 por Peter Cheverton que não conheço. O título é "Fique por dentro das marcas" bem sugestivo não?
Comecei a ler e já gostei de uma frase já no inicio do livro: "O núcleo da marca é uma idéia, e as idéias podem mudar, e ser mudadas - é assim que a marca vive, aprende e cresce"
Vou concluir a leitura do livro
Living and learning
Postado pelo iPhone
BlogBooster-The most productive way for mobile blogging. BlogBooster is a multi-service blog editor for iPhone, Android, WebOs and your desktop

domingo, 24 de outubro de 2010

Por que Menswear e não Roupas para Homens?

VR – MENSWEAR – VILA ROMANA

Vila

VRPara quem é mais antenado com o mundo, porque não usamos mais o português nas marcas, vitrinas e  programação visual das lojas? Qual o problema com "roupas para homens"? Porque "menswear"? Não tenho nada contra, até acho elegante dizer, menswear. Sou cliente da VR desde que ela chamava-se Vila Romana e acho que a marca VR ficou muito boa mesmo. Só não entendo o “menswear” abaixo da marca, na época em que se chamava Vila Romana não havia nenhuma inscrição abaixo da marca. Deixo a palavra para os entendidos em marketing.

UW – CASA DAS CUECAS

casa das cuecas 2 casa das cuecas UW este caso no entanto eu achei certíssimo. O da “Casas das Cuecas”, nunca gostei do nome cueca, e não gostava do nome Casa das Cuecas embora seja cliente freqüente dela. Mas convenhamos UW (UnderWare) é bem melhor que Casa das Cuecas.

 

 

CASA DAS CALCINHASAssuntosInternos

casa_das_calcinhas Entretanto, ainda bem, ao menos até agora, a Casa das Calcinhas continua, por que “Panty´s house” ficaria ridículo. Acho  bom deixar como está. Tenho uma singela sugestão misturando algo internacional com o conceito de casa: “PS - Panties´Secrets”. Mas legal mesmo mesmo é “Assuntos Internos” uma loja de lingerie aqui em Fortaleza. Eles tem um marketing bem fraquinho, não tem nem o domínio registrado, mas a idéia é muito boa.

tamof O que importa mesmo é que a marca seja boa, tenha uma boa imagem e evolua com o tempo para garantir a identidade e conexão com seus consumidores. Porém boas  marcas, marcam e vendem para sempre.logo-PeleBeatles-Logo 

 nesbp1

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Lacoste Héritage by Alana Camara

Visite o site da minha sobrinha Alana, não vou falar nada, você vai gostar, inclusive para entender o significado da foto abaixo:
http://www.portalflavour.com/colunas/flavour-of-fashion/lacoste_hritage.htm

terça-feira, 19 de outubro de 2010

KPI (Key Performance Indicators) ou Indicadores Chave de Desempenho

setas Vou ter que me render amigos. Fomos inundados por uma onda de termos em inglês em nosso cotidiano que infelizmente não dá pra reverter sobre pena de me tornar o mais chato dos chatos. Ontem mesmo participei de uma reunião onde de cada dez palavras ditas cinco eram em inglês e as outras cinco eram inglesas aportuguesadas como “BRANDEAR”, por exemplo. Brandear significa tornar a marca conhecida usando-a em um local especial de uma rua ou um shopping, mesmo que isso não traga retorno financeiro imediato. Embora eu ainda ache que falar e escrever o português corretamente são fundamentais, vamos ao assunto que me trouxe aqui agora:
KPI (Key Performance Indicators) ou Indicadores Chave de Desempenho
Todo Gerente ou empresário de varejo sabe que alguns índices devem ser acompanhados, medidos e avaliados com freqüência para termos certeza que as “coisas” estão funcionando como queremos. Alguns destes índices nos permitem rapidamente avaliar se uma loja está bem ou mal. Índices como: Venda X Meta, Venda sobre o mês e o ano anterior, Venda média por cliente, Venda por funcionário, Unidades Vendidas, Venda por m2. Custo da mão de obra, por exemplo.
É extremamente importante, contudo, que os KPIs sejam avaliados em conjunto para não causar desmotivação na gerência e equipe da loja. Vamos exemplificar a razão deste cuidado.
Imagine uma loja que tem um gerente experiente e competente comandando uma equipe bem treinada e produtiva. Esta loja em questão está com 30% de crescimento sobre o ano anterior em uma escala positiva de crescimento mensal e bate suas metas de venda todos os meses.
Esta loja tem um desempenho melhor do que a média de sua rede em todos os KPIs. EXCETO no seu Tíquete Médio. A sua venda por cupom por cliente está constantemente menor que a média da rede.
SEU TIQUETE MÉDIO ESTÁ BAIXO
Toda vez que o Supervisor ou Gerente Regional desta loja a visita só sabe falar de UM ASSUNTO com o Gerente dela: “SEU TÍQUETE MÉDIO ESTÁ ABAIXO DA MÉDIA DA REDE”. Não importa se eles vêm batendo a meta total de venda e estão com um crescimento fantástico sobre o ano anterior, ou se os índices de produtividade de pessoal são os mais altos da empresa. NÃO! Quando o regional chega à loja, nem lhes dá um bom dia, já vai falando: “SEU TÍQUETE MÉDIO ESTÁ ABAIXO DA MÉDIA DA REDE”.
O Gerente da loja e sua equipe até sabem a razão deste problema. “SEU TÍQUETE MÉDIO ESTÁ ABAIXO DA MÉDIA DA REDE”. A razão é esta: A loja está localizada em uma região de baixo poder aquisitivo, não foi sempre assim, este bairro era de classe média alta, mas com o tiStock_000008845511Small-300x300empo foi se popularizando com a construção de conjuntos habitacionais gigantescos para a classe mais baixa da população. Isto causou o afastamento dos clientes mais ricos. Este fato inclusive não é contestado pela gerência regional ou pela diretoria, todos sabem que o bairro onde a loja está localizada sofreu mudanças significativas nos últimos anos.
Esta loja inclusive bate recordes de venda em unidades vendidas sobre qualquer outra loja em condições semelhantes.
Parece claro porque o TM desta loja é inferior a média da rede. Os clientes desta loja compram mais unidades, mas estas unidades são as mais baratas fazendo com que o TM seja baixo. Não é necessário nenhum gênio para constatar isso. Mas o Gerente Regional responsável por esta loja não consegue ou não quer entender isso e lhe falta boa vontade e empenho para defender este argumento junto à direção da rede. E isto está causando sérios problemas de motivação na loja.
O Gerente, seus assistentes e vendedores não podem se sentir motivados em uma situação como esta. Não importa quão bem eles estejam em relação à meta de vendas e ao crescimento desta em relação ao ano anterior, não importa com quanto esforço e dedicação eles trabalham para que todos os outros KPIs estejam acima da média da rede, existe apenas uma coisa discutida nas visitas de supervisão. O TÍQUETE MÉDIO.
Se o problema fosse solucionado com mais treinamento, dedicação, esforço e empenho da equipe e gerência da loja ou até com a substituição de pessoas, faria sentido a persistência da supervisão neste assunto. Mas não é e não faz o menor sentido que esta conversa continue.
Não demorará muito e realmente toda a produtividade da equipe poderá despencar fazendo todos os outros KPIs desmoronarem deixando a loja inteira realmente abaixo da média da rede. E ainda pior, algumas pessoas poderão desistir e deixar a empresa causando uma perda de bom material humano.
Sou totalmente a favor de cobrar e responsabilizar as pessoas pelo seu desempenho e resultado. Mas focar em único problema ignorando a realidade e os fatos que induzem a este problema e minimizar as conquistas em todas as outras áreas é um caminho claro para o mau desempenho.

domingo, 17 de outubro de 2010

O que fazer quando o cliente reclama?


Inaugurou há poucos meses, ou melhor há quase um ano, um novo Shopping na cidade, O Pátio Dom Luís, bacana não é? É, mas  tem coisas boas e coisas ruins (podemos falar disso depois). Uma das coisas boas é ter uma praça de alimentação a sua disposição sem precisar “ir de carro” com todos os problemas que o deslocamento de carro trás em qualquer cidade do Brasil atualmente.
Experiência Negativa entre o prestador de serviço e o cliente – Parte I
Ontem eu e minha filha Thaís fomos almoçar na praça de alimentação do Shopping Pátio Dom Luís, ela havia me falado de um sanduiche diferente que ela havia consumido no Subway e eu queria experimentar então fomos até lá. Apesar de ser um sábado por volta das 15:00 a praça de alimentação estava relativamente vazia para um Shopping aos sábados. Nos dirigimos ao Subway onde fomos recebidos “adequadamente” pela atendente sorridente que me ofereceu todas as alternativas que ela tinha para aumentar o tíquete médio, como sou do ramo, adoro quando as pessoas fazem isso, afinal vender é saudável. Fiquei acompanhando o espetáculo da preparação de um sanduiche do Subway que acho uma idéia fantástica. É uma pequena linha de montagem. Durante este processo, como costumo fazer sempre, fico observando tudo e todos a minha volta, como nasci, me criei e vivo em operações, este é um dos meus hobbies preferidos, encontrar problemas na operação dos outros, e na minha também evidentemente que ninguém é perfeito.
Quando me desloquei ao caixa para pagar, notei uma pessoa conversando com este atendente “LITERALMENTE” deitada e apoiada com os cotovelos e braços em cima das bandejas onde a “comida” e a “bebida” dos clientes é servida. Olhei intensamente para o caixa, que retribuiu o olhar mas não fez nada, fiz um gesto com a cabeça mostrando o “preguiçoso anti higiênico” deitado nas bandejas e ele não esboçou nenhuma reação. Então falei alto e claro para todos a minha volta ouvirem “Você terá que lavar esta bandejas agora” tanto o caixa quanto o seu amigo “porco” me olharam de cima abaixo e voltaram para sua conversa. Então eu olhei a atendente que continuava a preparar nossos sanduiches e falei “ Pode cancelar eu não vou mais querer estes sanduiches” dei a volta e fui embora sem ninguém fazer nada, nem pedir desculpas. O Subway não vai perder o cliente, ao menos por enquanto, mas o Subway da praça de alimentação do Shopping Pátio Dom Luís perdeu.
Experiência Negativa entre o prestador de serviço e o cliente – Parte II
Não acabou ainda. Quais eram as minhas opções, eu queria um sanduiche, a outra opção da praça de alimentação do Pátio Dom Luís é o BOBS, ótimo eu também gosto do BOBS. Lá correu tudo normalmente como é esperado de uma equipe bem treinada. Exceto por dois fatores:
Primeiro: O sanduiche que pedi não estava disponível, a explicação é que os sanduiches do lado esquerdo do Menu não estavam disponíveis nesta filial. Então pedi algo do lado direito do Menu, engraçado né? Mas é verdade. A refeição foi servida com qualidade, dentro do prazo e do tipo de serviço que o BOBS presta aos seus clientes, nada espetacular, mas eficiente.
Segundo: Lembra daquele rapaz “que gosta de deitar nas bandejas”? pois é, advinha só, enquanto consumia meu sanduiche do BOBS eu o vi entrar e se dirigir a área de funcionários, não o vi voltar uniformizado, mas deduzo que ele ou é funcionário do BOBS ou é muito amigo da “galera” da praça de alimentação do Shopping Pátio Dom Luís.
Eu, como cliente, não usarei mais os serviços do Subway e do BOBS do Shopping Pátio Dom Luís pelos obvios motivos explicados acima.
Se você tem um restaurante ou um “Fast Food” no Shopping Pátio Dom Luís, cuidado com o “deitador nas bandejas” que anda circulando por lá.
O jeito certo de receber a reclamação do Cliente e transformar a Experiência Negativa em uma Experiência Positiva
Um cliente ao pagar sua refeição nota que um pessoa está debruçada e apoiando os seus cotovelos e braços em cima das bandejas onde sua refeição será servida e avisa ao caixa. O Caixa pede desculpas, repreende a pessoa que estava debruçada com os cotovelos e braços nas “suas” bandejas e solicita a um ajudante que recolha todas as bandejas para serem lavadas imediatamente.
Em seguida se propõe a recompensar a má imagem com algum serviço extra para uma próxima visita deste cliente perturbado com esta experiência. O cliente agradece e aguarda sua refeição sabendo que naquele lugar as pessoas se preocupam com o serviço, atendimento, qualidade dos produtos, higiene e o mais importante com a imagem de seu nome.
É pedir demais que este tipo de ensinamento faça parte do treinamento das equipes e não só a preocupação em aumentar o Tíquete Médio?

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Brasil meu Brasil brasileiro

Este mês tive o privilégio de viajar entre Maceió, Arapiraca e Penedo em Alagoas em direção a Aracaju de carro, inclusive cruzando o rio São Francisco de balsa. O Brasil é um pais maravilhoso, imenso de diversas culturas e lugares maravilhosos para conhecer. Tirei varias fotos da travessia com meu celular e até fiz um videozinho que já está no YouTube no meu canal ecamaratube. Espero que gostem e que possam visitar estes lugares também.

Penedo Alagoas

PENEDO_01 121 122

131

123

PENEDO_03

Fotos tiradas com iphone por Edson Camara

Mais informações sobre Penedo: http://pt.wikipedia.org/wiki/Penedo_(Alagoas)

Mais informações sobre o rio São Francisco: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_S%C3%A3o_Francisco