quarta-feira, 13 de maio de 2015

Se sei o que fazer, porque não faço?

Se sei o que fazer, porque não faço?

Eu me considero uma pessoa persistente e resiliente, normalmente quando quero fazer algo que seja humanamente possível eu tenho determinação suficiente para conseguir, mesmo que tenha que ficar dias estudando e me aprofundando no assunto. Sou autodidata em várias coisas que me ajudam no meu trabalho e na minha vida pessoal.

Mas há uma coisinha que não consigo fazer, emagrecer, tenho até um blog dedicado só a isso com o sugestivo nome de Edson Camara vai emagrecer. Este assunto, emagrecer e tudo o que se relata a ele é fruto de muitos pesadelos, mas confesso, muito pouca ação de minha parte.

EU ADORO COMER

http://www.sinecofi.com.br/site/images/stories/pizza.jpg
ADORO PIZZA!!!!
O fato é que eu adoro comer porcaria, tenho paladar infantil e cabeça infantil quando o assunto é emagrecer. Já fiz milhares de dietas, já consultei endocrinologista, psicólogo, nutricionista e etc, e não há jeito para me enquadrar. No inicio do ano passado consegui perder 17 quilos, levou-me 5 meses para conseguir esta marca e apenas dois para voltar ao peso anterior, com excelentes justificativas evidentemente, o maior problema é que quando volto ao peso anterior, minha marca aumenta, na verdade ela tem aumentado em média um quilo a cada dois anos, hoje pela manhã estava pesando 125,1 kg, exatamente dois quilos a mais que em 13 de maio de 2013.

VIVER BEM É MELHOR QUE COMER

http://www.piracanjuba.com.br/files/receitas/813/biggest/00001-61.png
ADORO PUDIM DE LEITE!!!
Até o meio do ano passado eu caminhava 40 minutos, cerca de 4 quilômetros, com uma certa frequência, não a ideal, mas já era alguma coisa. Ocorre que tive um problema no meu joelho direito causado pelo excesso de peso que me obrigaram a parar de fazer estas poucas caminhadas e quase o único exercício que eu fazia. Atualmente além de gordo, muito gordo, estou ultra blaster sedentário.

http://vouldjeff.com/wp-content/uploads/2014/02/8e00ea3-1.cached.jpg
ADORO BIG MAC!!!!
Adicionado a tudo isso, dentro de 14 meses farei 60 anos, isso mesmo sessenta anos e estou vendo minha qualidade de vida deteriorar, esqueci de dizer que também sou diabético tipo 2 causado pelo excesso de peso. Estava com esperança de fazer aquela famosa operação e pensava que isso era a solução definitiva, num passe de mágica meus problemas com o peso e a minha barriga enorme sumiriam da minha vida e eu seria saudável novamente. Já fui desiludido pelo médico que me informou que meu IMC não é recomendável para esta cirurgia e que eu deveria mesmo era passar por um processo de reeducação alimentar.

Estou de férias, duas semanas, vou viajar esta semana e passar seis dias fora de casa para passear e esvaziar a cabeça para poder voltar ao trabalho revigorado.

Estou arquitetando um plano para resolver definitivamente este problema de ser gordo, quando voltar das minhas férias, vou publicar o plano e mostrar que quando sabemos o que fazer não temos alternativa a não ser fazer o que deve ser feito e pronto.
https://imagem.biz/wp-content/uploads/2014/11/banana-5.jpeg
Mas, também adoro bananas...

http://img.ibxk.com.br/2014/08/11/11171246195749.jpg?w=1040
... maçãs.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Aniversario de 5 anos do blog Fale Comigo do Edson Camara


No dia 17 de maio de 2015 este blog completa 5 anos de existência. Impressionante, tenho dado muita pouca atenção a ele ultimamente e nem é uma questão de disposição para escrever, eu diria que é uma daquelas encruzilhadas que encontramos na vida e não sabemos qual caminho seguir.

Este blog nasceu com um proposito que ao longo destes 5 anos foi mudando gradativamente até chegar no formato atual, na verdade eu escrevo de tudo aqui, qualquer coisa que eu ache interessante eu termino colocando aqui, é como se fosse um diário de registros de coisas que eu acho bacana.

Basicamente eu escrevo para mim mesmo, de coisas que eu gosto e partilho com pessoas que tem mais ou menos o mesmo gosto que eu. As vezes fico surpreso porque um post que coloquei sem pretensão nenhuma tem recorde de acessos enquanto outro que eu dava a maior fé aparentemente ninguém gostou dele.

O fato é que completando 5 anos, comecei a olha-lo com outra visão e vi que tenho um carinho todo especial exatamente por ele ser tão eclético e sem uma linha de publicação fixa e definida, escrevo sobre tudo para qualquer pessoa que goste e vou mante-lo assim daqui pra frente e procurar ser mais assíduo em respeito aos 118 seguidores que assinam este blog a quem agradeço de coração pela participação e colaboração.

Algumas estatísticas do blog

Primeiro post publicado em 17 de maio de 2010 com o titulo é perguntando que agente se entende, quem quiser le-lo é só seguir este link.

Já recebemos 181.262 visitantes do Brasil, Estados Unidos, Portugal, França, Inglaterra, Canadá,
Angola, México, Moçambique, Argentina, Guiné-Bissau e outros no total de 135 países. Se desejar comprovar esta informação, por favor, visite este site.

Já publiquei 157 postagens postagens sem contar com esta e temos 118 seguidores que recebem as atualizações do blog por e-mai por serem assinantes.



Mais uma vez agradeço de coração a todos que me prestigiaram nestes últimos 5 anos.





sábado, 24 de janeiro de 2015

As cinco linguagens do amor

as cinco linguagens do amor

Na nossa última reunião de trabalho no inicio de janeiro, os 7 Gerentes de Operações, a Aline Alves (Gerente de Vendas) e eu decidimos incluir um tópico novo na pauta de nossas reuniões mensais na empresa, o debate sobre um livro que nos forçaríamos a ler durante o mês.

A ideia foi aprovada e coube a Aline Alves indicar o primeiro livro intitulado “As cinco linguagens do amor” escrito pelo Dr. Gary Chapman e distribuído no Brasil pela .

Confesso que quando fui comprar o livro e vi que era um material de base religiosa, quero deixar claro aqui que não tenho absolutamente nada contra nenhuma religião, mas gosto de deixar minha opinião livre de qualquer tipo de visão, fiquei um pouco desconfiado. Isto entretanto acabou já nas primeiras páginas.

Vou escrever com todas as letras, este livro e os ensinamentos do estão produzindo uma mudança de mentalidade e comportamento em mim e com isso melhorando imensamente a minha vida, da minha mulher, da minha filha Thaís (Só ela por enquanto) e de todos que convivem comigo.

Existem partes deste livro, que li em 10 dias em e-book no meu , que foram escritas diretamente para mim, disso não tenho a menor duvida. Estou empregando os ensinamentos na pratica e tenho me saído muito bem.

O livro trás um questionário para homens e mulheres para aqueles com dificuldade em encontrar a sua linguagem pessoal do amor. Eu, graças a Deus, não tive  a menor dificuldade em identificar tanto a minha quanto a da minha mulher, mesmo sem ela saber disso, e até o momento está realmente funcionando.

Gary Chapman identificou cinco formas através das quais as pessoas expressam e recebem as manifestações de amor:

- palavras de afirmação

- tempo de qualidade

- presentes

- atos de serviço

- toque físico

Aprendam, você e seu cônjuge, a se comunicar através dessas linguagens e experimentem como é ser realmente amado e compreendido.

Recomendo abertamente a leitura deste livro, seus ensinamentos servem para qualquer ocasião, desde o relacionamento com o vizinho até o relacionamento com o patrão ou chefe direto.

Nossa próxima reunião vai ser muito rica.

chapman_gg

domingo, 7 de setembro de 2014

Amazon.com.br chegou e já marcou um gol comigo

Amazon.com.br chegou e já marcou um gol comigo


Sou cliente da amazon há no minimo uns 5 ou 6 anos e já comprei de tudo no site americano, principalmente livros, porque os preços são muito bons e a entrega é muito rápida. Já comprei eletrônicos, livros, blu-ray, dvd, games e não me lembro mais o que e nunca tive problemas. Ah! até um alicate para cortar chips de celular já comprei na amazon.com

Sou cliente da amazon.com.br desde que eles começaram a operar no Brasil através dos e-books para o kindle. Estava ansioso para que eles iniciassem a venda de livros físicos aqui em Pindorama.

Mês passado fui avisado por um e-mail deles que a venda de livros físicos no Brasil havia começado, mas como não precisava de nenhum livro novo resolvi deixar para depois.

Pedido feito e despachado
de São Paulo em 3 de setembro
chegou ontem
dia 6 em Fortaleza
Entretanto na última quarta-feira dia 3 de setembro resolvi dar uma passeada pela livraria nova da amazon no Brasil e encontrei um livro que havia tempo estava querendo ler, Queda de Gigantes de Ken Follet este livro estava com 60% de diferença do preço encontrado em outras livrarias o que me fez decidir pela compra.

Mas aproveitei e fiz um teste de um livro antigo que também esta na minha lista de leitura, trata-se de Fahrenheit 451 de Ray Bradbury e a amazon tinha duas edições disponíveis inclusive uma edição de bolso com um preço bem em conta.

Juntei a estes dois o livro Carrie do Stephen King em nova edição que quero reler depois do novo filme e fechei o pedido.

Recebi um e-mail de fechamento do pedido que é praxe e logo depois recebi outro e-mail informando que o meu pedido chegaria até 12 de setembro. O que é um prazo mais do que normal para entregas aqui em Fortaleza vindas de São Paulo.

MAS, para minha surpresa e alegria recebi o pedido ontem dia 6 de setembro aqui em minha residencia apenas 3 dias após minha compra ter sido feita no site amazon.com.br.

O que dizer, sou cliente assíduo de duas outras livrarias on-line, mas com estes preços e esta rapidez na entrega, minha primeira opção será sempre a amazon.com.br daqui pra frente.

Agora de-me licença que vou começar a ler meus novos livros.
Ah, antes que me esqueça, recebi também alguns capítulos do livro Queda de Gigantes por e-mail para ler no Kindle enquanto o pedido físico não chegava, genial.

Todos os livros vieram embalados individualmente em
celofane em uma caixa de papelão garantindo sua integridade
e livre de poeira ou sujeira.
Dentro da caixa ainda vieram estas almofadinhas de ar para
garantir que os livros não amassem ou rasguem durante o
processo de entrega. Padrão de qualidade  internacional

domingo, 17 de agosto de 2014

Como não esquecer datas importantes

Como não esquecer datas importantes

Nunca temos tempo quando precisamos porque
deixamos tudo para a última hora
Há um ditado popular no Brasil que diz: “brasileiro deixa tudo para última hora”. É verdade, converse com seus amigos e verifique em seus próprios negócios que este ditado é verdadeiro, qual foi a última vez que você, é você mesmo que está lendo estas palavras agora, chegou na hora para um compromisso e honrou uma data de entrega de qualquer coisa que havia prometido antes?

Esquecer datas de aniversário, casamento, batizado, entrega de trabalho, dia de visita a amigos ou qualquer outra coisa que não seja hoje, é um transtorno para a maioria das pessoas que conheço.

A boa noticia é que tem solução e fácil, só requer um pouco de auto-disciplina. A má noticia é que se você não fizer nada para mudar, vai continuar esquecendo de fazer as coisas, sejam elas banais ou importantes para sua vida, seu trabalho e sua família.

Por que ser pontual?

Se você olhar em redor, no trabalho, na rua, no shopping, na escola, em restaurantes, verá muitas pessoas olhando e teclando seus celulares. Há muita gente que não consegue ficar mais que cinco minutos afastados de seus posts no facebook, whats up e etc.

Também uso estes aplicativos e os acho extremamente úteis. Contudo, o uso destes aplicativos e do e-mail (que também é uma ferramenta indispensável) nos criou uma cultura do agora, qualquer coisa dos últimos minutos já é passado e o futuro também é daqui a cinco minutos. Planejar é artigo de luxo e dificilmente encontrado na vida da grande maioria das pessoas, daí a dificuldade tremenda de honrar compromissos futuros.

No mesmo celular do Whats up e do facebook, há uma ferramenta chamada Agenda e uma outra chamada Alarme, independente da marca ou do sistema operacional, seja IOS, Android ou Windows Mobile, todos já vem com estes aplicativos instalados de fabrica.

Use o alarme do seu celular como seu assistente pessoal
para não esquecer compromissos e datas importantes

Como usar o celular para não esquecer datas importantes

Eu uso um sisteminha hiper blaster fácil para não esquecer datas importantes com o auxilio do meu celular, já troquei de celular diversas vezes, mas sempre mantenho este métodozinho muito útil na minha vida.

Vou tomar de exemplo a matéria para o Jornal Campeão que escrevo mensalmente. Preciso escrever uma página e meia para este jornal todos os meses. Se deixar para última hora, certamente o resultado do trabalho será inútil para os leitores e uma grande perda de tempo e de dinheiro.

Então montei um esquema de alarmes no meu celular, sincronizados com a minha Agenda do Google, que me mantém informado e me “pressiona” a manter o ritmo e o trabalho em dia para respeitar a data final de entrega todo dia 10 de cada mês. 

Uma das maiores dificuldades é definir o tema sobre o qual vou escrever no mês, então já coloco um alarme no dia 25 de cada mês me alertando para “Definir o tema do Campeão”. Acertei outro alarme para o dia 30 de cada mês que me mostra já as oito horas da manhã a seguinte pergunta na telinta do meu celular: “Cadê o tema do Campeão, seu Edson?”.

No dia 1 de cada mês, há um aviso para fazer o primeiro esboço das matérias. No dia 2 um outro aviso me diz que tenho que pesquisar informações e garimpar imagens para acompanhar os textos. 
No dia 5 um aviso marcado para as 8:00, 12:00, 18:00 e 22:00 me importunam informando que eu devo iniciar o trabalho de digitação do texto. A partir desta fase, todos os dias, dois alarmes por dia me forçam a lembrar que tenho que fazer os últimos ajustes do texto e definir quais imagens serão publicadas na matéria.

E finalmente no dia 10, o alarme final que grita: “Hoje é o último dia para entregar o material do Campeão”

Certamente, os alarmes sozinhos não fazem nada por que é até relativamente fácil silenciá-los, um pouco de disciplina é fundamental para este processo, uma coisa boa é que o costume com este ritual vai deixando as coisas bem mais fáceis e na maioria dos meses entrego meu material já por volta do dia cinco.

A agenda gratuita do Google é perfeita para
registrar compromissos, reuniões e datas
importantes em nossas vidas.

Como manter as Missões do PDG em dia.

Eu criei, implantei e gerencio o Programa PDG, este é um trabalho importante que requer atenção e pontualidade devido a ser um compromisso assumido com quase mil pessoas inscritas e com a expansão da empresa que necessita a cada momento de Gerentes bem preparados para assumir as novas lojas. 

É importante destacar aqui que o programa PDG não é o único responsável por todo o treinamento para os novos Gerentes, mas é ele que mantém em evidência as pessoas que se destacam em seu trabalho e estão mais aptas a promoção.

Para manter o Programa funcionando e atualizado necessito de planejamento e organização e um bom controle de datas. O Programa tem muitas frentes que requerem respeito com as datas programadas.

Mensalmente tenho que elaborar, planejar, divulgar, coletar e tabular as missões (acreditem este é um trabalho que me consome boa parte do meu tempo livre, principalmente no período de tabulação).

Para manter estas bola no ar, além do meu "métodozinho" do alarme do celular uso minha Agenda do Google para me planejar e coordenar os eventos sem depender da memória, que é boa, mas prefiro usa-la para outros fins do que lembrar datas e compromissos.

A Agenda do Google é um recurso grátis, para obtê-la basta ter uma conta no Google, que também é gratuita. Junto com a conta do Google você recebe vários aplicativos para computador e celular, entre eles a Agenda e o Google Drive com o qual registro e organizo todos os dados do PDG. 

É tudo em português, sem custo nenhum e ainda vem com uma conta de e-mail e mais 15 giga de espaço gratuito para armazenamento de fotos e musicas no Google Drive.

Se você está inscrito no PDG e não quer perder a chance de promoção por estar em falta com uma das missões (lembrando que todas as missões são eliminatórias e quem não as cumpre não pode ser promovido), experimente o meu método de alarmes no celular, é fácil e indolor, quer ver como:

1.  QUANDO A MISSÃO FOR PUBLICADA: Faça um alarme lembrando da leitura e do entendimento da missão. Por que? Para que você possa perguntar e se informar melhor, uma vez que as missões estão ficando mais complexas e um pouco difíceis de fazer de uma tacada só.
2.  DURANTE O PRAZO DA MISSÃO: Defina um alarme para lembrá-lo de começar, revisar ou completar a missão no mínimo uma semana antes do final do mês que é quando as missões normalmente são entregues.
3.  QUANDO A DATA DE ENTREGA FOR DEFINIDA: Acerte outro alarme para lembrá-lo um dia antes e no primeiro dia de entrega que você deve enviar a missão nesta data e faturar os pontos extras.

Faça isso e NUNCA MAIS terá problemas com atraso de entrega de missões. Boa Sorte e um grande abraço.

Você tem um outro metódo bacana para não esquecer as coisas?  Registre aqui no blog e divida conosco.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Super-Heróis, na época da inocência perdida

Na época da inocência perdida

Esta noite conclui a leitura do livro "A história secreta da Marvel" do escritor Sean Howe, sou fã dos quadrinhos da Marvel desde 1967 quando tomei contato com os personagens pela TV em desenhos patrocinados pela Shell e naquele tempo intitulados de Os Super-Heróis Shell.

Os Super-Heróis Marvel que se chamavam Super-Heróis
Shel por serem patrocinados pela Shell nos anos 60

Os desenhos eram toscos e não prenderiam a atenção das crianças "antenadas" de hoje, ainda mais que eram branco e preto pois que em 1967 não havia imagem em cores nas TVs no Brasil. Mas, definitivamente isto não era importante. Para nós que liamos as revistas publicadas pela EBAL destes novos super-herois também em branco e preto, a falta de cor não nos incomodava em nada.

Capa do número zero da Revista Capitao Z
da Ebal que trazia o Capitao América e o Home de Ferro.
Esta número zero tinha exclusividade de venda
nos postos Shell.
A primeira vez que tomei contato com o Capitão América (de longe o meu preferido), Homem de Ferro, Thor, Namor e Hulk naquele distante ano de 1967 foi exatamente pela TV logo depois os postos Shell começaram a vender com exclusividade o número zero da revista Capitão Z com as aventuras do Capitão América e Homem de Ferro, a partir do número 1 estas publicações mensais da EBAL foram para as bancas e o resto é história.

Contra capa e primeira folha do Capitão Z número zero
em branco e preto como todas as revistas publicadas pela
EBAL na decada de 60.

Stan Lee e Jack Kirby

desde a primeira história destes personagens, diferente das historias do Batman e Super-Homem que já eram publicadas no Brasil há muito tempo, notei que a primeira página da história era sempre um quadro grande de página inteira que mostrava uma panorâmica do episódio que já nos preparava para a surpresa do restante do enredo, neste primeiro quadro havia inovadoramente uma informação: História de Stan Lee e desenhos de Jack Kirby, passamos o nos acostumar em ver esta informação e a ficar abismados em ver que todos os argumentos dos Super-heróis Marvel (Shell) eram do Stan Lee, fato que me surpreendia até ler o livro A História Secreta da Marvel.

Stan Lee e Jack Kirby em 1967

Não que o Stan Lee não tenha escrito a maioria dos grandes enredos e criado ou participado da criação do Universo Marvel em quase toda sua totalidade. O fato é que a produção de quadrinhos pela Marvel era uma grande linha de produção planejada, elaborada e executada para vender gibis, milhões de gibis, não tenho nada contra, eu mesmo devo ter comprado milhares deles nos bons tempos. 

A leitura deste livro quebrou um pouco o encanto por que mostra que nossos ídolos que estavam por trás dos personagens que gostávamos eram pessoas normais com virtudes e defeitos como todos nós.

Capa do livro A História Secreta da Marvel

O importante é se divertir

Mas isso não é relevante, o livro conta tudo, para quem conhece o universo Marvel é uma viagem no túnel do tempo, para quem não conhece, é mais difícil desfrutar das histórias, mas se voce comprou o livro e começou a ler é por que no mínimo gosta da turma Marvel.

O importante é se divertir e isto era garantido com os personagens Marvel.

Minha infância foi feliz e dinâmica em grande parte devido as revistas da EBAL e todas as aventuras que me faziam viajar no tempo e no espaço de acordo com cada personagem. Ainda hoje passados quase meio século ainda gosto de ler e viajar com o Capitão América & Cia, mas não gosto dos filmes, gosto de ler os meus gibis da EBAL em branco e preto mesmo.

Excelsior!  Como dizia Stan Lee.

Abertura do desenho do Capitão América de 1967


Abertura do desenho do Homem de Ferro de 1967